Novembro Azul-Mês mundial de combate ao Câncer de Próstata

0
0
0
0
0
or copy the link

 

Novembro-Azul-Combate-ao-Cancer-de-Prostata

Reversão de vasectomia ou ICSI

0
0
0
0
0
or copy the link

A REVERSÃO DE VASECTOMIA OU ICSI MOSTROU-SE MAIS CUSTO EFETIVA EM RELAÇÃO À ASPIRAÇÃO DE ESPERMA DE EPIDÍDIMO E AS TÉCNICAS DE REPRODUÇÃO ASSISTIDAS.

Em termos de custos, a reversão microcirúrgica da vasectomia é o procedimento com melhor custo-benefício para o manejo da infertilidade pós-vasectomia.

Sempre que possível, devemos realizar a reversão da vasectomia, por tratar-se de um método mais natural e que permite uma gravidez também mais natural. Reserva-se a fertilização assistida para pacientes mais idosos e nos casos de falha da vasovasostomia.

Leia mais: REVERSAO-DE-VASECTOMIA-OU-ICSI

Reversâo de vasectomia ou Inseminação artificial?

0
0
0
0
0
or copy the link

A vasectomia pode ser revertida com uma cirurgia denominada vasovasostomia. Neste procedimento, os cirurgiões operam com o auxílio de lupas ou microscópio cirúrgico para reconectar as duas extremidades vaso deferente.

Os resultados da cirurgia em relação às taxas de permeabilidades (aparecer espermatozoides no ejaculado) e gravidez, variam fundamentalmente de acordo com a técnica cirúrgica empregada, habilidade e experiência do cirurgião e intervalo de obstrução (intervalo entre a vasectomia e a reversão).

Segundo o maior estudo de reversão de vasectomia já publicado até o momento (1469 reversões de vasectomias operadas por 5 especialistas americanos em infertilidade masculina), as taxas de permeabilidade (aparecer espermatozoides no ejaculado) e gravidez são: 3 anos (97% e 76%), 3-8 anos (88% e 56%), 9-15 (79% e 44%) e 15 anos (71% e 30%).

Leia mais PDF Reversâo de vasectomia ou Inseminação artificial?:
Inseminacao-Artificial-OU-REVERSAO-DE-VASECTOMIA

0
0
0
0
0
or copy the link

A cada dia, as mulheres dão mais valor ao sexo em suas vidas. Essa é uma das conclusões da pesquisa “O Sexo e a Mulher Moderna”, realizada pela Bayer HealthCare com 14 mil mulheres em dezenas de países, incluindo o Brasil.

Marie Claire conversou com o urologista Charles Rosenblatt, do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, sobre o novo comportamento sexual feminino.

Leia mais PDF

Sexualidade do casal

0
0
0
0
0
or copy the link

Dar e receber prazer é objetivo da mulher moderna e madura. Para alcançá-lo, elas buscam sexo de qualidade, mais diálogo com os parceiros, espontaneidade na relação e se preocupam mais com os impactos das disfunções sexuais, se transformando nas maiores aliadas do parceiro.

O sexo é um dos fatores mais importantes para garantir um bom relacionamento entre os casais. Recentemente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) revelou que o sexo é um dos quatro principais pilares que garantem ao indivíduo, em qualquer idade, a qualidade de vida, juntamente com o lazer, prazer no trabalho e harmonia familiar. Um dos fatores que mais impacta na qualidade de vida sexual do casal é a dificuldade de ereção (DE), um problema que no Brasil atinge um a cada dois homens acima dos 40 anos. São mais de 152 milhões de homens no mundo que sofrem com esta disfunção sexual, segundo a OMS.

De acordo com o urologista do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, Dr. Charles Rosenblatt existem pesquisas clínicas que demonstram que o homem acometido pela DE (dificuldade de ereção), só procura tratamento após sofrer durante 4 anos com o problema. “O homem não tem o costume de consultar um especialista periodicamente, assim como faz a mulher, por isso, sofre por muito tempo e, quando decide buscar ajuda, o relacionamento a dois já ficou muito comprometido”, alerta o especialista.

Leia mais PDF