Queixas sexuais como a dificuldade de ereção em homens com mais de 40 anos abrem as portas para a investigação de outras doenças.

Diversas pesquisas de comportamento apontam que boa parte da população masculina só procura auxílio médico quando apresenta sintomas graves ou relacionados a problemas sexuais como a disfunção erétil.

Por isso, especialistas lembram que, diante de um homem com queixa de dificuldade de ereção ou perda da libido, o médico deve observar outros aspectos da saúde do paciente.

“A disfunção erétil pode ser um sinal de que existem outros problemas como patologias cardiovasculares, deficiência hormonal e síndrome metabólica – caracterizada pela presença de colesterol elevado, diabetes, obesidade e hipertensão”, explica o urologista do Hospital Israelita Albert Einstein, Charles Rosenblatt.

Leia mais PDF